31 outubro, 2010


« aos poucos fomo-nos cansado do sentido deste amor e deste amor sem sentido.
e talvez isso tenha mudado as coisas entre nós. eu mudei, tu mudas-te, e os teus sentimentos, mais do que os meus, mudaram também.
o amor foi-se gastando assim como as palavras se gastam, deixando apenas silêncio e um coração partido, o meu. »

Sem comentários:

Enviar um comentário